1 de abr de 2015

Arte e história no metrô parisiense: Cluny - La Sorbonne.

mosaïque de jean bazaine - cluny la sorbonne © Laura Prospero
mosaico de jean bazaine - cluny la sorbonne © Laura Prospero
Para completar o post anterior vamos ficar um pouco mais na estação Cluny - La Sorbonne e apreciar outra bela homenagem que foi feita aqui.

Jean Bazaine (1904-2001) é uma figura importante da Escola de Paris e da avant-garde da pintura francesa do século XX. Sua primeira exposição individual aconteceu em 1932.
Além do seu trabalho como pintor, ele realizou muitas obras monumentais: vitrais e mosaicos. Em Paris podemos ver algumas delas: Unesco, Maison de la Radio, Igreja Saint-Séverin e claro, a estação de metrô Cluny - La Sorbonne.
mosaïque de jean bazaine - cluny la sorbonne © Laura Prospero
mosaico de jean bazaine - cluny-la sorbonne © Laura Prospero
Fechada ao público em 1939, a estação Cluny foi reaberta em 1988 com o nome de Cluny - La Sorbonne. Nesta ocasião, a estação foi decorada com um mosaico do artista Jean Bazaine. Sua obra "Ailes et Flammes" se compõe de dois grandes pássaros e assinaturas de personagens célebres que frequentaram o Quartier Latin.
Uma vibrante homenagem aos poetas, filósofos, historiadores, artistas, cientistas, reis e estadistas franceses que marcaram a história !

Abaixo um vídeo (em francês) raro, Jean Bazaine fala da inspiração, criação e instalação da sua obra.




E para quem estiver no Quartier Latin e quiser admirar outra obra de Bazaine, vitrais que evocam os sete sacramentos podem ser vistos na Igreja Saint-Séverin (1 Rue des Prêtres Saint-Séverin, 75005).
vitraux de jean bazaine - église saint-séverin © Laura Prospero
vitrais de Jean Bazaine - Igreja Saint-Séverin © Laura Prospero









Estação Cluny - La Sorbonne (Boulevard Saint-Germain)
metrô linha 10



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestões e comentários são bem-vindos !